">

Dica



Viver Em Condominio:Os Brasileiros descobrem um novo endereço

08/08/2007 - 00:00

VIVER EM CONDOMINIO HORIZONTAL
Os Brasileiros descobrem um novo endereço

Está havendo uma formidável migração em curso nas principais cidades brasileiras. Cerca de um milhão de brasileiros já vivem neste tipo de empreendimento imobiliário, conhecido como condomínio horizontal. Há dois tipos de Condomínios em expansão. São conjuntos dentro das cidades longe das avenidas movimentadas e os chamados condomínios fechados localizados nos arredores das cidades, que ambos somados já chega em 4 milhões de pessoas, significam que um décimo da população brasileira foi viver em condomínios na busca de uma melhor qualidade de vida. Só em São Paulo existem 300. Nos arredores de Curitiba, são 176, quase o dobro do que havia em 1997. Em Goiânia e Manaus já são dez. Londrina, Maringá e Cascavel também já possuem estes empreendimentos. No Rio Grande do Sul, são destaques em Porto Alegre,Canoas, Caxias, Gramado, Canela e Litoral. Em Florianópolis destaca-se os Condomínios de Jurerê Internacional, a 22 quilômetros do Centro. A expectativa é de que a população das grandes cidades diminua e a dos condomínios suburbanos dobre nos próximos cinco anos. Nas últimas duas décadas, a ocupação sem controle das áreas centrais por Edifícios e pelo comércio, afugentou quem quer morar em uma casa e ter um pouco de área verde. Quem quer mais tranqüilidade e qualidade de vida começa a fugir desta concentração Urbana.
As Características principais dos condomínios são os muros ou cercas elétricas que cercam o Condomínio; Guarda vinte e quatro horas; as casas não têm muros na frente; os vizinhos possuem condições financeiras similares e geralmente o mesmo grau de escolaridade; os terrenos e as casas custam em média 30% menos que um similar dentro dos centros urbanos; as Taxas de condomínios são baixas se comparadas com a cobrada em Edifícios. Os condomínios nos arredores das cidades possuem quadras esportivas, salão de festas e piscinas e as crianças podem brincar nas ruas internas sem risco de assaltos e atropelamentos. Os Condomínios fechados localizados nos Bairros e longe das avenidas movimentadas também possuem pequenos espaços com área verde e espaços para recreação, sendo a sua grande maioria em Casas tipo sobrados com dois e três dormitórios com espaços de garagem de estacionamentos.

Nos Condomínios suburbanos uma migração semelhante ocorreu nos Estados Unidos a partir dos anos 50 e hoje mais da metade da população vive nos subúrbios. Há indícios que estamos indo para o mesmo caminho. No mínimo explorar os arredores urbanos e espaços nobres longe das Avenidas de maior fluxo de transito é uma solução para descongestionar as grandes cidades.

Luiz Alberto Fortes
Corretor de Imóveis/ Creci-Rs-11.831


Newsletter

Receba nossas últimas novidades!